CET guincho

Muitos motoristas possuem receio de estacionarem os seus carros em algum lugar e, ao voltarem, descobrirem que ele foi levado por um guincho. Nesses casos, é normal ter uma sensação ruim, pois não é nada agradável sair de um local e ver que seu carro foi confiscado pela prefeitura.

No entanto, é muito raro um automóvel ser guinchado de forma aleatória. Caso isso aconteça, provavelmente tem a ver com abuso de autoridade e não com alguma lei. Em todo o caso, é importante saber quais os motivos que fazem um agente público confiscar o carro de alguém.

É preciso ficar atento com as normas da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Isso impedirá que você perca seu veículo sem saber a razão. Nos próximos parágrafos, entenda melhor este assunto.

Razões do guinchamento

Existem muitas razões para um carro ser levado por um guincho. Conheça algumas delas, sempre de acordo com as normas da CET:

  • Estacionar em local proibido;
  • Deixar o carro em um local que atrapalha o trânsito;
  • Veículos sem identificação;
  • Dispositivos antirradares no carro;
  • Transportar pessoas em locais de carga (caçamba);
  • Placas, chassis ou lacres adulterados.

Basicamente, se uma pessoa cometer qualquer uma das violações citadas acima, terá o seu carro guinchado. Portanto, é importante seguir as regras da CET, pois todas essas violações são passíveis de multa. Além disso, o motorista infrator receberá alguns pontos em sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Recuperação do Carro

A luta para reaver o carro guinchado é ainda mais chata do que perdê-lo para a CET. Geralmente, quando um automóvel é confiscado, o agente público coloca no local uma placa com a frase “Seu veículo foi guinchado”. Dessa forma, o motorista sabe que o carro dele não foi roubado, mas sim levado pela CET.

Para recuperar seu carro, o proprietário tem que ir até o órgão responsável e apresentar o Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo, o RG e a CNH. Ambos os documentos devem estar acompanhados de suas cópias. Depois disso, a pessoa precisa quitar as multas pendentes e, em caso de atraso, o IPVA do veículo.

É preciso recuperar o carro o mais rápido o possível, pois a diária dele no pátio da CET é paga pelo próprio dono do veículo. Além disso, o proprietário também terá que pagar pelo uso que a CET fez do guincho. Em resumo, quanto mais demorar, maior será o valor do resgate do carro.

CET

A Companhia de Engenharia de Tráfego é uma empresa de economia mista que pertence à Prefeitura de São Paulo. Essa companhia é responsável por operar e fiscalizar o sistema viário da cidade. A CET surge durante a gestão do prefeito Olavo Egídio Setúbal e teve um grande apoio do engenheiro Roberto Scaringella. Sua data de fundação é 2 de julho de 1976.

Essa empresa possui aproximadamente 2000 agentes de fiscalização. Com o passar do tempo, esses funcionários ganharam o apelido de “marronzinhos” devido ao tom de seus uniformes. Atualmente, várias cidades brasileiras usam a sigla CET para nomear seus departamentos de trânsito.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *