Todos gostamos de saber que estamos cuidando adequadamente do nosso veículo, a fim de evitar possíveis problemas como falhas mecânicas e custos altos com manutenção, além de prolongar a vida útil e conservar o automóvel, certo? Confira aqui neste artigo, 7 dicas para cuidar, melhorar e prolongar a vida útil do seu veículo.

Quando realizamos a manutenção preventiva, dirigimos com cuidado, analisamos o nosso veículo antes de sair de casa, evitamos imprevistos como as panes em vias públicas, nas quais os carros param de funcionar e podemos necessitar do serviço de guincho SP, para remoção do mesmo até uma oficina de reparo, onde podemos gastar um valor alto.

O que fazer para prolongar a vida últil do seu carro e evitar gastos com manutenção?

Ao ligar o carro

Quando você  liga o carro, especialmente se as temperaturas estiverem muito baixas, aguarde um minuto antes de iniciar a direção, para que todos os líquidos que irrigam os diferentes componentes do carro atinjam o estado ideal para cumprir sua função.

Lavagem do veículo

Ao lavar o carro,  escolha materiais em boas condições e adequados. Muitas vezes, as lavagens dos carros não são bem preservadas e acabamos com a pintura do carro arranhada. Isso não acontece quando você faz isso de forma manualmente, portanto, evite lavagens automáticas.

Ao estacionar

Cuidado com as calçadas. Seja estacionando ou dirigindo na via, essas etapas são a  principal causa de quebra e atrito nos pneus. É aconselhável manter uma distância segura da calçada para evitar maiores danos.

Pneu                      

Não é fácil detectar um pneu ruim durante a condução. Mesmo um motorista experiente pode notar que a borracha perdeu sua textura quando é tarde demais. Se a pressão estiver baixa, o pneu ficará muito quente nas seções da rodovia. As deformações nos flancos ou no piso representam um enorme perigo!

O conselho é verificar regularmente o estado dos pneus sempre antes de dirigir o veículo; Nesse caso, também é aconselhável ajustá-lo à carga de inicialização.  Confira o manual do fabricante para saber qual a pressão ideal para o pneu do seu carro.

Curtas distâncias                                                                                          

Tente não fazer trechos curtos, pois a operação a frio aumenta o desgaste das peças e evita o aquecimento do óleo. Além disso, o lubrificante é misturado com um pouco de gasolina e vapor.

Troca de marchas

Tente fazer mudanças de marcha suaves, por exemplo, quando o pé esquerdo está preso no pedal da embreagem, ocorre um desgaste constante. Algo semelhante acontece quando as engrenagens são engatadas desajeitadamente e a mudança é “arranhada”. Se vários hábitos desse tipo forem combinados, é provável que a embreagem não resista a 15.000 km.

Paradas bruscas

O semáforo fica verde e o carro é acionado até o próximo, no qual estará vermelho e será necessário que o motorista acione o freio. Quem se acostuma a esse estilo de direção usa muitos freios e transmissão. No entanto, esse hábito causa o fim da vida útil das peças de desgaste, além de gastar mais combustível.

Evite parar o veículo bruscamente, quando notar que o semáforo poderá fechar ou deverá parar para o pedestre atravessar, aproveite o embalo do veículo.

Com essas dicas você evitará o desgaste de peças importantes e pneus, o que é essencial para preservar a vida útil do seu carro.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *