Se você é proprietário de um carro, invariavelmente, está exposto a algum tipo de risco com ele. Existem vários problemas comuns que seu carro pode causar, desde um pneu furado, superaquecimento do motor, até um vidro quebrado, por exemplo. Saiba quais são os 6 problemas mais comuns em veículos e como prevenir, aqui neste artigo.

Alguns desses problemas invariavelmente fazem com que você fique no meio do trânsito ou pior, em uma avenida escura à noite, necessitando do serviço de guincho São Paulo 24 horas, para remoção do veículo até uma oficina mecânica. Por esse motivo é preciso identificar quais os problemas os nossos carros estão sujeitos e como preveni-los.

Aqui está uma lista com os problemas mais comuns em um carro e quais ações você pode executar para evitá-los:

O carro não liga

Quando seu carro não liga ou para no meio de uma avenida entre a chuva e o trânsito, a causa mais provável pode ser uma bateria ou um alternador em mau estado.

Nesse caso, o melhor remédio é realizar a manutenção preventiva. Lembre-se de que as baterias têm uma vida útil limitada. Dependendo do uso, eles podem durar até cinco anos. Por esse motivo, é conveniente consultar o serviço elétrico periodicamente para verificar o estado da bateria e como ela está protegendo a energia.

Alternador

O alternador é o componente que mantém a bateria estável e carregada. Se você tiver problemas com este item, seu carro não vai acelerar corretamente. Como na etapa anterior, é aconselhável checá-lo periodicamente para verificar sua condição geral.

Velas de ignição

As velas de ignição têm um problema de desgaste. Quanto mais você usa seu carro, a chance de as velas falharem aumenta significativamente. Um problema na vela de ignição pode fazer com que seu carro prossiga a uma velocidade bem abaixo de sua capacidade, consuma mais gasolina do que o normal e produza ruídos muito raros.

Para evitar essas situações desagradáveis, tente executar o serviço em tempo hábil ao seu carro. Incluindo nele a substituição regular de suas velas de ignição.

 

Vazamento do radiador

Se o seu ar condicionado começar a falhar e o seu carro deixar uma mancha de anticongelante onde você o deixa estacionado, provavelmente o radiador está vazando.

Nesse caso é preciso verificar mangueiras, conectores e braçadeiras para garantir que estejam no lugar certo e no estado ideal. Se houver danos: Substitua imediatamente.

Vazamento de óleo

A principal evidência de que seu carro está sofrendo de um vazamento de óleo são os terríveis pontos negros que podem ser deixados no caminho ou no local do estacionamento.

Inicialmente, eles começam a ser pequenos e pouco escandalosos, mas logo se tornam incontroláveis. É possível que o filtro de óleo não tenha sido bem colocado no último serviço, algum problema na junta do cárter ou em alguma junta do motor.

Nesse caso, você deve imediatamente procurar o mecânico e corrigir o problema. Para evitar isso, as melhores são as verificações contínuas e, no caso de levar o seu carro à oficina, verifique se eles colocam tudo como deveria.

Pneus furados

O pneu furado ocorre quando objetos pontiagudos entram em contato com eles ou quando já sofrem desgaste prolongado em terrenos difíceis. Para evitar sua perfuração, você deve ter cuidado com as rotas para onde leva seu carro.

Evite, tanto quanto possível, passar por muitas poças na estação chuvosa, pois é nelas que os objetos afiados podem estar presentes.

Preste atenção especial ao rolamento dos pneus ao dirigir por ruas estreitas e com carros ou construções nas laterais, o que ajudará a rebater o som. Diminua o volume da música e abaixe as janelas. O disparo deve ser silencioso; se você detectar um som diferente, pode ser um sinal de que o pneu traz um objeto preso.

Assim que possível, pare e verifique o pneu. Pode ser uma pedra simples ou um prego que permitirá vazamento de ar completo ao longo do tempo.

É preciso saber quais são os centros de manutenção do seu carro, onde você pode obter descontos ou preços mais competitivos, além de um serviço de qualidade. Além disso, realize a manutenção preventiva do veículo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *